segunda-feira, junho 18, 2007

O céu

No céu há luz de tempos remotos
Brilhantes e misteriosas estrelas que presenciaram o que jamais saberemos
Faz bem admirá-las em meio ao silêncio , ouvir somente os ruídos da natureza, estar só.
É estranho perceber o quão pequenos somos comparados a elas e ainda mais estranho é saber que fazemos parte de um mundo de gigantescas galáxias, de inatingíveis distâncias
O que para nós parece pequeno e insignificante é gigantesco se comparado ao que somos diante dessas magníficas gigantes brilhantes
No mundo em que tudo é relativo, nascemos e crescemos sem saber o real significado da vida